terça-feira , 25 de junho de 2019
Home / Como Viver Melhor / Dia Mundial da Saúde

Dia Mundial da Saúde

Dia 7 de abril é comemorado o dia mundial da saúde, um dia escolhido pela OMS – Organização Mundial da Saúde, com o principal objetivo de aumentar a conscientização sobre a necessidade de cobertura e acesso à saúde universal e aos benefícios que isso pode trazer.

A mais de 70 anos a visão da OMS tem sido “Saúde para Todos”.

A OMS define como saúde: “Saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não, simplesmente, a ausência de doenças ou enfermidades.”

Dia mundial da saúde: conheça alguns dados

Fique por dentro dos números que impedem que as pessoas tenham acesso à saúde, segundo a OMS/OPAS – Organização Panamericana de Saúde:

  • 3 em cada 10 pessoas não procuram cuidados em saúde por motivos financeiros;
  • 3,8% da riqueza (PIB) é investida em saúde nos países das Américas, menos que os 6% recomendados pela OPAS;
  • 23 países da região aumentaram os investimentos em saúde entre 2010 e 2014; no entanto, esse aumento foi menor do que o período anterior de cinco anos;
  • 2 em cada 10 pessoas não buscam cuidados em saúde por causa das barreiras geográficas;
  • 5 países das Américas atribuem mais de 6% de sua riqueza (PIB) à saúde pública;
  • O direito à saúde está garantido na constituição dos 35 Estados Membros da OPAS.  

Nós devemos cuidar da nossa saúde, assim como ajudar a cuidar da saúde coletiva de nossa comunidade. Muitas das doenças que padecemos atualmente podem ser prevenidas através da adoção de hábitos saudáveis como alimentação balanceada e atividade física regular. Como exemplos temos o diabetes, hipertensão e alguns tipos de câncer.

Doenças como Dengue, Zika e Febre Amarela podem ser evitadas simplesmente com a atuação da comunidade evitando os focos de reprodução do mosquito transmissor.

Muitas vezes culpamos as políticas públicas de saúde pela ineficiência em manter os cuidados em dia com a nossa saúde, mas essa responsabilidade é nossa também. Precisamos cuidar da nossa saúde, fazer a nossa parte. Melhorar nossos hábitos, ficar atentos a nossa alimentação, praticar exercícios…

Entenda, também somos responsáveis por manter nossa saúde em dia! #FicaADica

Dica extra

O Fim do Alto Custo Com o Diabetes!

Descubra como reduzir custos mantendo seu tratamento em dia.

Clique aqui e confira o meu mais novo guia para te ajudar a controlar, além do seu nível de glicose, seus gastos com os produtos voltados para o seu tratamento.

GUIA RÁPIDO DIGITAL DIABETES CUSTO BAIXO

Veja Também

Diabetes: reduza o alto custo

Cerca de milhões de pessoas no mundo todo sofrem com o diabetes: pelo menos uma …

Um Comentário

  1. Tenho 79 anos de idade e não sou diabético; mas gosto de ler sobre o tema só pelo fato de ouvir tantos comentários relacionados com a inconveniência do diabetes. Adoro ler MANUAL PARA DIABÉTICOS, da cientista Mônica Lenzi. Não faz muito tempo que, em conversa com pessoa da família (médica), citei uma das passagens desse trabalho, que diz: “Uma pessoa que não tem diabetes, tem uma variação de glicemia de 70 até o máximo 140 mg/dl”. Para surpresa minha, a cunhada médica (idosa) discordou totalmente desses valores e, também, do que diz a Sociedade Brasileira de Diabetes. Será que é normal a falta de consenso entre os profissionais de saúde quando o assunto é diabetes?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *