sábado , 23 de março de 2019
Home / Como Viver Melhor / Dicas de viagem para quem tem diabetes

Dicas de viagem para quem tem diabetes

Férias é sinônimo de viagens e isso significa fugir da rotina, não é mesmo?!

Quando vamos a um lugar distante, em que ficamos várias horas sentados, nosso gasto calórico é mínimo, sendo o consumo de alimentos muito maior que este gasto. Por este motivo, temos que ter uma “carta na manga”.

Mas como ficar satisfeito sem comer besteiras? O que levar na mala?

Bem, para te ajudar na hora do lazer, fui atrás de algumas dicas para preencher sua lista de opções alimentícias e te deixar atento também quanto a higiene dos produtos que serão consumidos.

  • Prepare seu lanche, pois ninguém melhor que você para saber a origem do alimento que preparou. Pense em lanches PRÁTICOS, como frutas secas e barras de cereais.
  • A hidratação é MUITO importante. Então, não se esqueça de ter uma garrafinha de água, suco natural, chás, água de coco ou mesmo isotônicos em mãos.
  • Lave as mãos com sabão e seque, de preferência, com papel toalha (é descartável e não há manipulação de mais de uma pessoa, como a tolha de pano).
  • Lembre de levar um gel anticéptico na sua bolsa e utilize-o sempre antes de comer.
  • Beba, preferencialmente, água engarrafada.
  • Evite saladas e vegetais crus, a não ser que tenha certeza das condições da água utilizada para a higienização dos alimentos.
  • Utilize frutas que podem ser descascadas, por exemplo, banana, maçã, abacaxi, laranja e pera.
  • Evite laticínios que não forem pasteurizados.
  • Lembre que alimentos como peixes e mariscos crus (sashimi, sushi, ostra) são alimentos de ALTO risco e devem ser ingeridos em um local com ótimas condições de higiene.
  • Prefira comer em restaurantes à la carte, pois o alimento é preparado com mais cuidado e na hora. Caso se alimente em Self-service, prefira os alimentos cozidos e não consuma frituras.
  • Evite alimentos expostos ao ar livre, afinal, você não sabe há quanto tempo ele esta ali sob todas as condições ambientais possíveis.

Dicas de viagem para quem pratica atividade física e não quer parar

Agora, se você for uma pessoa fisicamente ativa, ou seja, que pratique atividades físicas sempre, até durante as viagens, veja algumas dicas do que se alimentar e do que levar com você.

  • Cereais matinais e leite em pó desnatado;
  • Frutas embaladas em pacotes plásticos ou em recipientes com tampa;
  • Frutas secas, como figos, damascos, ameixas, passas, maçãs e castanhas;
  • Queijo em fatias embalados em recipientes fechados;
  • Biscoitos, geleias, mel e pasta de amendoim (em pacotes individuais);
  • Barras de cereais;
  • Balas gelatinosas;
  • Bebidas esportivas em pó;
  • Suplementos em pó para refeições líquidas;
  • Suplementos multivitamínicos/minerais variados.

Dicas de viagem para quem tem diabetes

Este trecho é voltado especificamente para quem tem diabetes. Então, se você quer curtir as férias, mas está com receio de não conseguir manter o controle glicêmico, abaixo listei algumas dicas.

  1. Faça um teste de glicemia antes de sair de casa. Assim você saberá como está sua glicose no sangue e não correrá o risco de partir com uma hiperglicemia ou uma hipoglicemia, evitando complicações durante o percurso.
  2. Leve em sua bagagem de mão o seu glicosímetro e acessórios necessários.  É sempre bom fazer um check list para verificar se não está esquecendo nada: tiras reagentes, lancetas, lancetador, sachês de álcool e bateria extra.
  3. Se estiver viajando de carro, faça uma parada a cada 3 horas e verifique o seu nível de glicose no sangue.
  4. Se você estiver dirigindo e identificar sintomas diferentes, saia da estrada, estacione em um local seguro imediatamente e verifique seus níveis de glicose no sangue, pois você pode estar tendo uma crise de hipoglicemia. Faça as correções necessárias e aguarde até que sua glicemia se estabilize e os sintomas passem.
  5. Leve sempre com você um estoque de lanche, para um eventual atraso nas refeições. Nas férias é comum atrasos devido a engarrafamentos. Evite complicações!
  6. Leve sempre seus medicamentos e insumos em quantidade extra, para contornar eventuais problemas.

Viajando de avião ou para fora do país?

  1. Converse com seu médico para adequar o seu tempo de viagem, fuso horário e as peculiaridades do destino.
  2. Leve um relatório em português e em inglês (no caso de viagens para o exterior), com sua condição de saúde. Peça ao seu médico para destacar o CID – Cadastro Internacional de Saúde.
  3. Tenha a receita de seus medicamentos e insumos em português e em inglês (no caso de viagens para o exterior) em sua bagagem de mão.
  4. Se precisar medir sua glicemia durante o voo, explique para a pessoa do seu lado o que você vai fazer, evitando assim, constrangimentos desnecessários.
  5. Evite ficar sentado por muitas horas. Uma dica é pegar um assento no corredor, desta maneira, você poderá esticar as suas pernas e andar pelo corredor, quando possível.

Para completar, preparei um vídeo com mais algumas dicas para você viver bem com o diabetes em sua viagem de férias ou mesmo de trabalho. É só clicar na imagem abaixo, para assistir agora.

Dica Extra

Uma alimentação balanceada durante todo ano garante equilíbrio e saúde. A falta de informação sobre a alimentação é um problema bastante sério e que incomoda muitas pessoas, especialmente quem tem diabetes. Uma das principais perguntas é: “O que devo comer para não elevar meus níveis de glicose?”.

Por este motivo, eu escrevi o Livro Digital “Alimentação Sem Restrição”, que vai te mostrar como você pode comer o que adora e ainda assim manter os níveis de glicose controlados. E claro, aliar uma boa alimentação à prática de exercícios.

Clique no Botão Abaixo para conhecer o Livro Digital “Alimentação sem Restrição”, onde você vai descobrir como se Alimentar de Forma Consciente sem Levar a Descontroles dos seus Níveis de Glicose.

E-BOOK ALIMENTAÇÃO SEM RESTRIÇÃO

Veja Também

Controlar o diabetes: conheça agora os 3Ds

Em uma de minhas viagens conheci pessoalmente uma das pessoas que acompanham o meu trabalho …

2 Comentários

  1. Monica, tenho diabete tipo 1e uso a nph 2x ao dia. No caso de uma viagem que passarei 3 dias, o q você recomenda … levar a insulina? Levar a receita para tomar em um posto no local onde irei ficar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *