sábado , 17 de novembro de 2018
Home / Dieta e Nutrição / Qual tipo de chocolate o diabético pode comer?

Qual tipo de chocolate o diabético pode comer?

Será que você, tendo diabetes, precisa resistir ao chocolate?

O chocolate era uma bebida amarga, produzida através das smentes do cacau, consumida pelos povos da América Central nos anos 350 A.C.

Quando o cacau chegou à Europa, no século XVI, ele foi adicionado de açúcar, tornando-se um afrodisíaco.

Conhecido como o alimento dos Deuses, o cacau (Theobroma cacao L.) é a matéria prima do chocolate. A diferença entre os tipos de chocolate deriva da parte e os ingredientes adicionados à mistura.

O chocolate é produzido basicamente por uma massa sólida ou líquida (líquor) de cacau derivada da semente do cacau e demais ingredientes adicionados como lecitina de soja, açúcar ou substituintes e leite em pó (usado para produzir o chocolate ao leite).

Existem vários tipos de chocolate à venda nos mais diversos estabelecimentos comerciais. Sabendo escolher, mesmo quem tem diabetes pode consumir chocolate, pois esta delícia apresenta propriedades que são benéficas para saúde.

Conhecendo os diferentes tipos de chocolates

    • Chocolate branco – produzido através da manteiga do cacau, não contendo o líquor do cacau, onde encontramos as substâncias benéficas do mesmo. Contudo, não apresenta teor de cacau significativo.
    • Chocolate ao leite – obtido a partir da mistura de liquor de cacau e leite em pó, apresentando pouca quantidade de cacau, em torno de 30% apenas.
    • Chocolate meio amargo – apresenta uma concentração de cacau em torno de 50% e o amargo uma concentração de 70% de cacau.
      Os chocolates com percentual maior de cacau, como amargo e meio amargo são os mais indicados para quem procura os benefícios do consumo do chocolate.
    • Chocolate Diet ou Zero Açúcar – é aquele preparado para pessoas que apresentam um necessidade de controle da ingestão de açúcares, como as pessoas que tem diabetes.

Mito ou Verdade: Quem tem diabetes só pode comer chocolate diet?

MITO – O Chocolate Diet, usa adoçantes artificiais ou edulcorantes tais como a frutose (açúcar das frutas) ou sorbitol, no lugar da sacarose ( açúcar de cana), que podem alterar os níveis de glicose no sangue de quem tem diabetes.

Uma outra ideia equivocada sobre o consumo de chocolate diet é que por ele não ter adição de açúcar, ele vai ajudar na perda de peso. Normalmente os chocolates Diet, apresentam mais calorias que os chocolates NÃO DIET, justamente por terem em sua formulação uma quantidade maior de gorduras saturadas e trans, nada benéficas para nossa saúde.

Muitos edulcorantes, substâncias com baixo ou nenhum valor energético, adicionados aos alimentos para proporcionar sabor adocicado,  podem apresentar efeito laxativo, ou seja, pode provocar diarreia, por este motivo, os chocolates diet, devem ser consumidos com moderação.

Dicas para o Consumo Inteligente de Chocolate

Prefira o chocolate amargo
O chocolate amargo é rico em nutrientes benéficos à nossa saúde. Preparado a partir da semente do cacau, esta é uma das melhores fontes de antioxidantes do planeta.

Estudos mostram que o chocolate amargo pode melhorar a saúde e reduzir o risco de doença cardíaca, beneficiando quem tem diabetes, visto que estas pessoas têm um risco aumentado de 2 a 4 vezes mais de desenvolver algum evento cardiovascular.

Uma barra de 100 gramas de chocolate amargo (de 70-85% de cacau) contém:

  • 11 g de fibra.
  • 67% da recomendação diária de ferro
  • 58% da recomendação diária de Magnésio.
  • 89% da recomendação diária de cobre.
  • 98% da recomendação diária de manganês.
  • Ele também é rico em potássio, fósforo, zinco e selênio.

100 gramas de chocolate amargo é uma quantidade bastante grande e não devemos consumir diariamente. Além de todos esses nutrientes, 100 g de chocolate amargo contém 600 calorias e quantidades moderadas de açúcar.

Por este motivo, o chocolate escuro é melhor ser consumido com moderação.

O perfil das gorduras presentes no cacau e no chocolate amargo, são excelentes. Elas são principalmente saturadas e monoinsaturadas, com pequenas quantidades de polinsaturados.

Ele também contém estimulantes como a cafeína, mas é improvável que você fique acordado à noite, já que a quantidade de cafeína é muito pequena comparada ao café .

Chocolate como fonte de antioxidantes

Quem tem diabetes, apresenta excesso de glicose no sangue, esse excesso de glicose no sangue é tóxico para todas as células do nosso corpo, aumentando a oxidação celular e a formação de radicais livres, processo este intimamente ligado a inflamação dos tecidos do nosso corpo.

O cacau e o chocolate amargo, têm uma grande variedade de antioxidantes poderosos, muito mais do que a maioria dos outros alimentos, estes incluem polifenóis, flavonóides, catequinas, entre outros.

Estes antioxidantes presentes no chocolate, ajuda na prevenção de complicações inerentes ao excesso de glicose no sangue.

Chocolate para controle da hipertensão

Uma das consequências do diabetes é como a circulação do sangue fica afetada, podendo levar a problemas cardíacos, amputações de pernas e pés, perda da visão, podendo levar, também, a impotência sexual.

O chocolate amargo pode nos ajudar nessa missão, visto que os compostos bioativos no cacau podem melhorar o fluxo sanguíneo nas artérias e causar uma diminuição pequena, mas estatisticamente significante, da pressão arterial.

Os flavonóides presentes no chocolate amargo podem estimular o endotélio, o revestimento das artérias, a produzir óxido nítrico, que é um gás.

Uma das funções do óxido nítrico é enviar sinais às artérias para relaxar, o que diminui a resistência ao fluxo sanguíneo e, portanto, reduz a pressão arterial.

Quem consome chocolate diminui os riscos de doenças cardíacas

Estudos mostram uma redução drástica no risco de doença cardíaca para as pessoas que consomem mais chocolate.

Substâncias presentes no  chocolate amargo, como vimos, tem um mecanismo que relaxa as artérias melhorando o controle da pressão arterial.

As substâncias presentes no chocolate amargo, são capazes de aumentar a quantidade de HDL, o colesterol bom e reduzir o LDL, colesterol ruim, protegendo as artérias do coração dos indesejáveis depósitos de gordura.

O consumo de chocolate diminui a resistência insulínica

Para pessoas com diabetes tipo 2, o consumo diário de chocolate amargo (20 gramas por dia), rico em polifenóis, ajuda a aumentar a sensibilidade à insulina, ou seja, a insulina produzida pelas células Beta do pâncreas desempenham seu papel com mais facilidade, para controlar os níveis de glicose no sangue.

Aumentar a sensibilidade à insulina também pode ajudar a atrasar o aparecimento da diabetes tipo 2 em pessoas com pré-diabetes.

Quer saber mais sobre resistência à insulina? Clique Aqui.

Consumindo Chocolate com consciência

Se você tem diabetes e decide comer chocolate, precisa ter alguns cuidados:

  • Utilize a contagem de carboidratos e se assegure sobre a dosagem de insulina que será necessária.
  • Quando consumido excessivamente, pode levar a níveis aumentados de glicose no sangue. Também pode causar ganho de peso.
  • Não coma chocolate se você for alérgico a ele.

Dica Extra

Uma alimentação balanceada durante todo ano garante equilíbrio e saúde. A falta de informação sobre a alimentação é um problema bastante sério e que incomoda muitas pessoas, especialmente quem tem diabetes. Uma das principais perguntas é “O que devo comer para não elevar meus níveis de glicose?”.

Por este motivo eu escrevi o Livro Digital Alimentação Sem Restrição, que vai te mostrar como você pode comer o que adora e ainda assim manter os níveis de glicose controlados. E claro, aliar uma boa alimentação à prática de exercícios.

Clique no Botão Abaixo para conhecer o Livro Digital Alimentação sem Restrição, onde você vai descobrir como se Alimentar de Forma Consciente sem Levar a Descontroles dos seus Níveis de Glicose.

E-BOOK ALIMENTAÇÃO SEM RESTRIÇÃO

Veja Também

Quem tem diabetes pode consumir qual tipo de açúcar?

Qual tipo de açúcar quem tem diabetes pode consumir? Mascavo, Light, Cristal, Orgânico, De coco, …

Um Comentário

  1. Amiga Mônica ,
    Muito obrigado pelas orientações ao uso do chocolate por nós diabéticos.Gostei muito da matéria é muito esclarecedora .
    Abraço
    Marco Tavares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *