quarta-feira , 12 de dezembro de 2018
Home / Notícias e Análises / Você Sabe Amar uma Diabética?

Você Sabe Amar uma Diabética?

Amar uma diabética é ser um médico. Isto significa ajudá-la a lembrar de seus medicamentos e levá-la em uma hora a apenas 24 farmácias, quando ela tem gripe e não encontra nem uma vitaminazinha para tomar. Ou levá-la ao hospital quando a gripe se transforma em simples bronquite e seu sangue vira ácido.

05_02_diabetes

Amar uma diabética é ser paciente. Significa saber que em alguns dias ela não vai se sentir bem sem razão aparente. Isso significa cancelar planos de longo prazo, quando de repente ela não se sentir bem o suficiente para viajar. Ou espera-la para ir para a cama, enquanto ela injeta sua insulina antes de se deitar .

Amar uma diabética é ser um sacerdote. Significa consola-la quando ela está cansada e se sente como se não pudesse fazer mais nada na vida. Significa ouvir e não julgar, enquanto ela tenta descobrir suas novas dosagens e comete erros. Ou, durante os tempos difíceis, ouvir seus desejos improváveis.

Amar uma diabética é ser um guardião. Significa estar ao lado dela quando estranhos acusam-na de ser uma viciada em drogas. Significa pedir discretamente a seus amigos para manter um olho nela enquanto testa novos medicamentos sem ainda saber quais serão as reações em seu corpo. Ou ficar acordado durante a noite porque ela está com muito medo de cair no sono em que um coma profundo pode encontrá-la.

Amar uma diabética é não ser superficial. Significa ver seus machucados como marcas de beleza. Significa acariciar as cicatrizes em todo o seu estômago. Ou beijar seus lábios secos enquanto estiver conectada à internet.

Amar uma diabética é ser compreensivo. Significa entender que ela não percebe estar destemperada quando seu nível de glicose está alto. Significa saber ouvir quando ela pede para começar uma família logo. Ou mesmo compreender quando ela lhe pede para doar tempo e DNA para a ciência que promete curá-la há tempos.

Amar uma diabética é ser inteligente. Significa pesquisar novos medicamentos embora ela nunca lhe peça isto. Significa ouvi-la explicar suas novas descobertas em termos de uma linguagem não lá muito típica. Ou fazê-la sorrir quando ela quer desesperadamente gritar.

Amar uma diabética é ser altruísta. Significa ir a um restaurante que não possua carboidratos no cardápio. Significa ficar sem jantar fora quando o dinheiro está curto a fim de comprar a medicação dela. Ou testar em si próprio o nível de glicose no sangue com o novo medidor para ter certeza que está funcionando corretamente, mesmo que você tenha pavor de agulhas.

Amar uma diabética é ser corajoso. Significa manter o queixo para cima enquanto ela fala sobre seus momentos de terror. Significa não permitir aos erros médicos colorir o seu relacionamento com ela emocionalmente. Ou ainda, significa manter espíritos positivos, apesar de todos os sites dizer estatisticamente que ela mal passará de seus 40.

Amar uma diabética não é fácil. Significa colocar as necessidades médicas dela antes de quaisquer outras prioridades. Significa se preocupar em cada momento mesmo estando ela bem cuidada, principalmente quando você não pode vê-la. Significa confiar sua vida nas mãos de muitos médicos que não entendem todas estas complexidades da doença.

Obrigado por amar uma diabética

Veja Também

Principais exames para detectar e acompanhar o diabetes

Em uma pesquisa inédita realizada no Brasil, conduzida pela revista SAÚDE e pela área de Inteligência …

11 Comentários

  1. Obrigada!
    Amei o texto e usei pra homenagear meu esposo!
    Só qm sabe e sente as dificuldades do dia a dia pra saber o qndo estes maridos suportam com muito amor!

  2. Sou uma diabética tipo 1 há 13 anos, mas não sou esse bichinho frágil e complicado que o texto diz. Pratico atividade física todos os dias, cuido da alimentação (como tudo que quero, com moderação e cuidado), mantenho minhas taxas sob controle, durmo, acordo, vivo bem, viajo, faço tudo o que uma pessoa normal faz. Não é esse bicho de sete cabeças. Dava trabalho para o meu marido antes de entrar na academia e me cuidar. Depois que adotei uma rotina de exercícios tudo mudou, minha qualidade de vida melhorou 90%. Reduzi as doses diárias de insulina: de 6 vezes para 1 ou duas (quando dou uma relaxada) graças a atividade física!!! Graças a Deus, Vivo super normal e bem! Achei o texto muito exagerado e desesperador – isso afastaria qualquer pretendente das diabéticas solteiras, kkkk…

    • Educação em Diabetes

      Muito bom seu comentário e depoimento como exemplo para as outras pessoas que precisam de estímulos para mudar seus hábitos . Disciplina e Vontade . Ficamos Felizes com sua participação , exemplos valem mais do que mil palavras !

  3. Não gostei deste texto, muito piegas. Espero que meu namorado nunca me ame desta forma, mas sim como uma verdadeira e simples mulher.

    • Educação em Diabetes

      Considere apenas este texto do post como um outro ponto de vista ! o mais importante a sua participação com seu ponto vista ! Como se diz . viva a diferença . Participe sempre do nosso Blog

  4. Adorei, me emocionei pois é bem isso mesmo!!! Obrigada!!!

  5. Desculpe, mas nao gostei deste texto.
    Alguns trechos, nao precisavam ser escritos
    E nem postados!

  6. Nossa voces cairam no meu conceito. que ridículo esse texto!!!1 desde quando voces viraram livro de autoajuda amorosa??

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *